Jornal

Estatuto Editorial

A Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Catarina da Serra, com sede em Santa Catarina da Serra, Leiria, é proprietária da publicação mensal “Luz da Serra”.

Este jornal “Luz da Serra”, fundado em 1974, tem a periocidade mensal e a tiragem média por edição da referida publicação foi, no último semestre de 1450 exemplares. É uma publicação de interesse geral cujos objetivos primordiais são a informação e formação humana e cristã, e compromete-se a sempre a assegurar o respeito pelos princípios deontológicos e pela ética dos colaboradores deste órgão de comunicação social, assim como pela boa-fé dos leitores.

O Jornal Luz da Serra é autónomo face aos poderes políticos, confessionais ou outros, orientando a sua conduta dentro de espírito de liberdade de informação, pensamento e de expressão, consignados na Declaração Universal dos Direitos do Homem e nos artigos 37º e 38º da Constituição da República Portuguesa.

A recolha e investigação das raízes e vivências desta freguesia constitui uma das mais vincadas linhas de orientação temática do jornal LUZ DA SERRA, constituído ele próprio um legado para gerações futuras, proporcionando-lhes um leitura acessível sobre os seus elementos históricos, culturais, etnográficos e sociais em geral.

Comprometido na realidade presente, o Jornal Luz da Serra pugna pela seleção criteriosa da informação, em harmonia com os princípios supracitados, tendo sempre presente a salvaguarda do interesse coletivo. Essa seleção de informação não será, no entanto, limitadora da participação real das gentes da nossa terra na elaboração dos seus conteúdos, ainda que a colaboração provenha de pessoas com menor formação académica, enquanto manifestarem a riqueza e diversidade do seu viver, pensar e sentir. Quer desta forma, instituir-se como tribuna da voz e eco dos anseios das populações, tendendo ao progresso das suas condições de vida, num desenvolvimento integrado de todas as suas forças vivas.

Esta publicação, muito querida por todos os leitores, sempre tem contribuído, e continuará a contribuir, para a boa ordem pública e para a defesa dos bons costumes junto dos leitores onde é vendida em todo o território nacional bem como junto das comunidades portuguesas na Europa, na América e em alguns países da África.